bet365.co.uk

download theme

“Glorioso mártir São Sebastião rogai por nós junto a Jesus!”

Atividades do Mês

AGENDA PAROQUIAL

- DEZEMBRO -

DIA 24 DE DEZEMBRO - 3a FEIRA

15h- Missa na Igreja Matriz

21h- Missa na Igreja Matriz

 

DIA 25 DE DEZEMBRO - 4a FEIRA

Solenidade do Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo

8h- Missa na Igreja Matriz.

10h- Missa na Igreja Matriz.

19h- Missa na Igreja Matriz.

 

DIA 26 DE DEZEMBRO - 5ª FEIRA

19h- Missa na Igreja Matriz.

 

DIA 27 DE DEZEMBRO - 6a FEIRA

Dia da Cidade – 71º Aniversário de Emancipação Política de Cruzília.

19h- Missa na Igreja Matriz - Ação de Graças pelos 71 anos de Emancipação Política de Cruzília.

19h30min- Terço dos Homens, Igreja do Rosário

 

DIA 28 DE DEZEMBRO SÁBADO

15h- Casamento de Vinícius e Liziane – Igreja de Fátima

15h- Missa na Comunidade São Cosme e São Damião – Recanto das Rosas.

17h30min- Missa na Igreja Matriz.

19h- Missa na Igreja das Dores

 

DIA 29 DE DEZEMBRO DOMINGO

7h- Missa na Igreja de Fátima.

8h- Missa na Igreja Matriz.

9h- Missa na Capela São João Batista - Olaria

10h- Missa das Crianças na Igreja Matriz.

17h- Missa na Igreja Santo Expedito.

19h- Missa na Igreja Matriz – Apresentação dos novos casais coordenadores da Pastoral Familiar.

 

DIA 30 DE DEZEMBRO 2ª FEIRA

8h- Missa na Capela da casa do Revmo. Dom Guilherme Porto.

20h- Reunião da Pastoral da Sobriedade, no Lar da Criança LACARM

 

DIA 31 DE DEZEMBRO 3ª FEIRA

15h- Missa na Igreja Matriz.

21h- Missa da Passagem de ano na Igreja Matriz.

 

 

- JANEIRO 2020 -

 

 

DIA 01 DE JANEIRO - 4a FEIRA

Santa Maria Mãe de Deus e Confraternização Universal.

9h- Missa na Igreja Matriz

19h- Missa na Igreja Matriz com a participação da OVS.

 

DIA 02 DE JANEIRO - 5a FEIRA

1º Dia do Tríduo na Comunidade Santos Reis – Angola

11h30min- Missa na Capela do Hospital.

19h- Missa na Igreja Matriz com a participação da Irmandade do Santíssimo.

19h- Celebração na Comunidade Santos Reis - Angola.

20h- Reunião com a Irmandade do Santíssimo – Salão Paroquial.

20h- Terço dos Homens, Comunidade Santo Expedito.

 

DIA 03 DE JANEIRO - 6a FEIRA

Primeira Sexta - feira do mês – Sagrado Coração de Jesus

2º Dia do Tríduo na Comunidade Santos Reis – Angola

5h30min- Procissão da Penitência, Missa e adoração na Igreja Matriz

9h às 11h30min e 14h às 17h- Confissões na Igreja Matriz

16h às 17h- Adoração feita pela OVS na Igreja Matriz.

17h às 18h- Adoração feita pela Novena do Santíssimo e irmãos do Santíssimo na Igreja Matriz.

18h às 18h45min- Adoração feita pelo Apostolado da Oração na Igreja Matriz.

18h45min- Benção do Santíssimo Sacramento na Igreja Matriz.

19h- Missa na Igreja Matriz.

19h- Celebração na Comunidade Santos Reis - Angola.

20h- Reunião com o Apostolado da Oração – Salão Paroquial

 

DIA 04 DE JANEIRO SÁBADO

Primeiro Sábado do mês – Imaculado Coração de Maria

3º Dia do Tríduo na Comunidade Santos Reis – Angola

15h- Casamento de Carlos Alberto e Natália – Igreja Matriz

15h- Missa na Comunidade São Cosme e São Damião – Recanto das Rosas.

17h30min- Missa na Igreja Matriz.

15h- Missa na Comunidade Santos Reis - Angola.

19h- Missa na Igreja das Dores.

 

DIA 05 DE JANEIRO DOMINGO DA EPIFANIA DO SENHOR

Festa na Comunidade Santos Reis - Angola

Dia de Santos Reis

7h- Missa na Igreja de Fátima

8h- Missa na Igreja Matriz

9h- Reunião da Congregação Mariana no Salão Paroquial

10h- Missa das crianças na Igreja Matriz.

14h- Procissão saindo da casa do Sr. Antônio Francisco Maciel, indo para a Capela dos Santos Reis, em seguida Missa e logo após Leilão de Prendas.

17h- Missa na Igreja Santo Expedito.

19h- Missa na Igreja Matriz.

Leia mais ...

Telefones do MESC

DOWNLOAD DOS TELEFONES

pdf-down Clique aqui para copiar a agenda em PDF 

 

 

Comunidade Mãe

 

 

MESC

Endereço

Telefone

Data Nasc.

1.                Adalton Rocha de Oliveira

R: João Bosco Massafera, 50

9981-0584

28/07

2.                Ana Maria Meirelles Ferreira

R: Antônio Magalhães, 40

3346-1034

99895-5748

15/10

3.                Camilo de Souza Arantes

R: Lila Ferreira Maciel, 42

98895-2846

22/02

4.                Celina Aparecida Campos Vieira

R: Professor Juca Lintz, 22

99848-5737

07/06

5.                Cornélio Arantes Maciel

R: Capitão Pinto, 238

99757-7442

30/01

6.                Cristiano Castro Souza

R: Capitão Pinto, 379

99835-8254

29/05

7.                Davi Paiva Maciel

R: Professor Juca Lintz, 11

3346-2332

99907-9970

25/12

8.                Diane Ribeiro Gonçalves

R: Capitão Pinto, 238

99856-9628

30/08

9.                Edmara Rezende Maciel

R: Juca Lintz, 10

99841-1102

3346-3076

06/04

10.            Eliana Maria L. Maciel

R: Juca Maciel, 13

996371134

30/11

11.            Francisca Paula Moreira da Silva

R: Arlindo de Paula Ferreira

99945-1584

11/04

12.            Hilma dos Santos Arantes

R: João Pedro de Souza, 25

3346-2419

10/04

13.            Hugo de Souza Maciel

R: Capitão Pinto, 38

99965-4957

28/09

14.            Jardel Rocha da Silva

R: Domingos Francisco Maciel, 55

99824-5855

18/08

15.            João Marcos Maciel da Silva

R: Praça Monsenhor João Câncio, 140 – Casa A

3346-2804

99947-1970

10/04

16.            José Ednilton Pereira Souza Arantes ( Edinho)

R: Lila Ferreira, 42

3346-1365

99914-1210(vivo

98876-2846 (whatsapp

15/04

17.            José Renato de Arantes

R: João Pedro de Souza, 25

3346-2419

24/09

18.            José Roberto Guimarães Andrade (Delgado)

R: Cap. Pinto, 258

99888-2267

25/10

19.            Katia Regina Andrade Pereira

R: Adeodato Reis Meireles, 64

99865-1785

12/12

20.            Lúcia de Fátima Rezende Pereira

R: Belmiro Alves Calheiros, 13

999083707

13/05

21.            Lúcia Helena de S. Meirelles

Rua Lilá Ferreira Maciel, 72

99963-6550

27/01

22.            Marcelo Junqueira Maciel

R: Juca Maciel, 13

3346-1529

99911-5136

08/02

23.            Maria Brígida dos Santos Marciano

R: Antonio Magalhães Junior, 14

991469404

21/08

24.            Maria de Lurdes Filha

R: Capitão Pinto, 231

3346-2395

27/09

25.            Maria Enilda Maciel Alves

R: Capitão Pinto, 379

998406021

12/09

26.            Maria José da Cunha Silva

R: Capitão Pinto, 134

3346-1386

26/04

27.            Maria Rita Pereira Alvarenga Arantes

R: Lila Ferreira Maciel, 42

98895-2846

01/07

28.            Maria Rozilene de Oliveira Vilela

R: Antonio Magalhães Junior, 15

3346-2824

98401-5879

18/01

29.            Maria Tereza Penha Silva Pereira

R: Arlindo de Paula Ferreira, 230

999375466

05/10

30.            Marta da Silva Arantes – Martinha

R: Adeodato R. Meirelles, 91

3346-1574

01/06

31.            31.Marcelo da Silva Arantes

Alameda B, 22

99946-8434

14/02

32.            Neivaldo Rezende Pereira

R: Adeodato Reis Meireles, 64

98839-9055

18/05

33.            Paula Aparecida Alvarenga Souza Arantes

R: Lila Ferreira Maciel, 42

3346-1365

99913-2822 (Vivo

98831-1365 (whatsapp

11/10

34.            Renata Aparecida Vieira Maciel

R: Cel. Cornélio Maciel, 123

99822-2918

28/10

35.            Rossini Leite Magalhães

R: Cel. Cornélio Maciel, 123

99944-7341

06/09

36.            Tatiana Prado Oliveira

R: João Bosco Massafera, 50

99810-5884

02/07

37.            Terezinha de Jesus Arantes Oliveira

R: Antônio Furtado Calheiros, 159

99818-0545

25/04

38.            Vera Cristina dos Reis Meirelles

R: Trav. Leniza Ferreira Andrade, 10

99821-0429

29/01

 

 

 

 

Comunidade N. Sra. das Dores

MESC

Endereço

Telefone

Data Nasc.

1.    Douglas da Silva Vieira

R: Salvador José da Silva, 85

99937-5672

20/11

2.    Elton de Oliveira Arantes

R: Maria Terezinha Vidal De Souza, 22

99146-6904

26/12

3.    Everaldo Pereira de Souza

R: Cacildo de Paula Ferreira, 97

99894-4054

17/04

4.    Francisca Isabel da Silva ( Bell)

R: Samuel Lemos Gonçalves, 160

99704-2524

24/03

5.    Francisco Teixeira Diniz Silva

R: Samuel de Andrade Paiva, 101

99121-5820

06/03

6.    Geraldo Cândido Ribeiro

R: Odon Silveira, 183

99960-6125

02/11

7.    Gisele Maria Rocha Vieira

R: Salvador José da Silva, 85

99748-8520

17/07

8.    José Sebastião da Silva(Tião)

 

99108-4779

23/12

9.    Lucas Tadeu Maciel

R: Pedro Augusto Ribeiro, 23

99890-0790

99822-5629

21/03

10. Maria da Conceição da Rocha Alves

R: Samuel Andrade Paiva, 102

99905-8794

08/12

11. Maria Estela Rocha da Silva

R: Domiciano Ferreira Martins, 50

99825-9460

23/05

12. Maria Inêz da Silva Vitória

Avenida Edmundo Azevedo Junqueira, 49

99904-2254

06/01

13. Maria Ivone Moreira da Silva

R: Odon Silveira, 20

98866-0249

99108-0030

19/09

14. Maria Selma Messias Maciel

R: Av. Samuel Lemos Gonçalves, 18

99810-2947

04/02

15. Marlene de Fátima Saborito

R: José Candido de Castro, s/n

98417-5622

18/02

16. Regina Cristina Silva Lourenço

R: Samuel Andrade Paiva, 31

99943-5480

17/02

17. Vera Lúcia Vilela Furtado

R: Cacildo de Paula Ferreira, 97

998944054

27/07

Comunidade N. Sra. de Fátima

MESC

Endereço

Telefone

Data Nasc.

1.    Alcione Campos Rocha Assis

Avenida Maria Dalva Furtado Meirelles, 271

99830-6050

29/07

2.    Alice Almeida Rocha Assis

Avenida Maria Dalva Furtado Meirelles, 271

99854-9999

15/03

3.    Ana Maria Pinto Mangia

R: Waldemar Arantes, 68

98832-9554

98833-0109

01/04

4.    Ana Paula da Silva

R: Francisco José Miguel Mendonça, 70

99859-4021

25/01

5.    Daniele de Jesus Silva Irineu

R: Margarida Pereira Leite Arantes, 80

99989-5854

24/11

6.    Elaine Cristina de Souza Gomes

Avenida Ana Barbara Furtado, 515

99809-7253

24/07

7.    Flávia Arantes dos Santos

R: Tristão Soares da Silva, 253A

99858-6593

06/11

8.     Francisco Márcio Pereira –Marcinho

Av. José Mario Dos Reis Meireles, 377

3346-1052

18/12

9.    Georgina de S. Maciel Vieira

R: Maria Luiza de Souza, 53

99139-4052

31/12

10. Gilberto Rodrigues Gomes

Avenida Ana Barbara Furtado, 515

99913-0017

03/10

11. Greta Denise Jensen Barros

R: Severino Maciel, 21

99803-8323

98807-0064

17/05

12. João Alvarenga Filho

R: Cel. Serafim Pereira, 320

99923-0756

21/12

13. José Sérgio da Silva Batista

R: Serafim Vicente Leal Filho, 29

99906-1033

3346-2450

19/08

14. Julia Rosa de Souza Rocha

R: Jaime Furtado Ferreira, 27

99732-3384

16/06

15. Leonisia Vieira de Alvarenga

R: Cel. Serafim Pereira, 320

99903-0756

28/12

16. Luciana Regina da Silva Carvalho

R: José Zeferino Alves, 35

99738-0406

07/11

17. Luciano Jackes Ferreira

R: Tristão Soares da Silva, 253A

99767-9345

14/09

18. Luiz Fernandes Maciel

R: José Prudente, 125

3346-1897

20/05

19. Maria Selma Moreira Vieira

R: Urbano O. S. Meirelles,

99763-9183

14/01

20. Priscila Ferreira Barros Rocha

R: Maria Amélia de Castro, 67

99972-9609

24/02

21.  Rafael Arantes Maciel

 

99841-4697

 

22. Ricarda Maria Nogueira

R: Jaime Furtado Ferreira, 26

3346-2370

25/05

23. Ricardo Maciel Rocha

R: Maria Amélia de Castro, 67

99907-6490

12/04

24. Ronaldo da Silva Oliveira

Avenida José Mário dos Reis Meirelles, 373

99887-5502

98856-2718

07/10

25.  Silvana Gonçalves Pereira

Av. José Mario Dos Reis Meireles, 377

999762021

15/07

26. Talles Albino Pereira de Souza

R: José Zeferino Alves, 35

99906-3764

03/10

27. Tatiana Aparecida Maciel Pereira

Avenida José Mário dos Reis Meirelles, 373

99816-4429

98713-5307

18/05

 

Comunidade Santo Expedito

MESC

Endereço

Telefone

Data Nasc.

1.    Agnaldo Timóteo Ribeiro

R: Antônio Goes, 41

99842-2017

15/11

2.    Airton Inácio Pereira

R: Alfredo Fernandes da Rocha, 91

99944-9491

01/04

3.    Allyson Maciel Rezende

R: Rezende, 43

99844-0309

07/04

4.    Delciely de Rezende Silva Arantes

R: Rosalina Amélia da Conceição

99814-2063

22/09

5.    Edson Pereira Maciel

R: Antonio Gonçalves Goes, 65

99832-0079

19/06

6.    Fátima Aparecida da Silva

R: José Bráulio Junqueira de Andrade, 135

99876-0941

15/02

7.    Fredson Nelson de Novais

R: Alfredo Fernandes da Rocha, 44

99997-6839

22/06

8.    Janaina de Fátima da Silva Souza

R: José Bráulio Junqueira Andrade, 88

99868-1574

14/01

9.    Jovete José de Souza

R: São João, 35

99908-4973

11/05

10. Juliano Pereira de Arantes

R: Rosalina Amélia da Conceição

99857-1636

10/05

11. Lucinéia do Carmo Avelino Maciel

R: Ordália Orozina, 55

99947-7405

28/03

12. Maria Aparecida And. Souza (Cida Jovete)

R: São João, 35

3346-1686

99814-7650

15/10

13. Maria Aparecida Maciel de Rezende

R: Rezende, 43

99913-2899

23/05

14. Maria Berenice Ramos Maciel

R: Antonio Gonçalves Goes, 65

99890-1295

12/03

15. Maria do Carmo Ribeiro

R: Maria da Cava, 286

99861-6972

1604

16. Maria Helena M. Pereira - Lena

R: Antonio G. de Góes, 55

99841-3609

11/08

17. Maria José Afonso Pereira

R: Alfredo Fernandes da Rocha, 91

99846-1251

19/10

18. Maria Silvana da Silva

R: Antônio Goes, 41

99209-0378

06/11

19. Marilda de Fátima Pereira Nogueira

R: Juscelino k. de Oliveira, 297

99961-5414

30/10

20. Paulo Roberto Inácio Rocha

R: Zeca da Elídia, 25

99911-9478

11/07

21. Rosana Maciel Pereira

R: Zeca da Elídia, 25

99916-7060

05/04

22. Sebastião Camilo Maciel

R: Ordália Orozina, 55

99951-5851

26/11

23. Terezinha de Jesus Maciel

R: Juscelino Kubstichek de Oliveira, 437

99982-4553

07/02

24. Vitor Donizete de Souza

R: José Bráulio Junqueira de Andrade, 88

99818-6799

04/03

Comunidade São João Batista

MESC

Endereço

Telefone

Data Nasc.

1.    Andrea Maria Nogueira de Olivera

Sítio Chapada

98808-3500

99736-9714

09/02

2.    Ângela de Fátima Justino Silva

R: Horácio Francisco Alvarenga, 05

99906-8784

04/05

3.    Denízia Camila de Sales Moreira

Avenida Padre Waldo F. Maciel, 22

99907-8386

05/08

4.    Divino de Almeida Alves

R: Antonio Augusto de Lima, 80

99873-3149

08/12

5.    Elói Gabriel de Rezende

R: Alaíde de Castro, 55

99949-0181

01/01

6.    Elvira Carlos Alves

R: Antonio Augusto de Lima, 80

99873-3195

27/01

7.    Maria Aparecida Firmino Nunes

R: Horácio Francisco Alvarenga, 21

99996-5104

31/07

8.    Maria Aparecida G. Fernandes (Cidinha do Lalau)

R: Joel Tavares da Silva, 67

99969-3532

22/12

9.    Maria Célia Maciel

R: Domingos Rosa Maciel, 30

99882-9161

07/10

10. Maria de Lourdes Prudente de Souza

R: Horácio Francisco Alvarenga, 36

99816-1525

26/03

11. Moacir Moreira

Avenida Padre Wlado F. Maciel, 22

99945-3218

08/09

12. Renato Mauro Maciel

Ponte Funda

99916-4829

08/02

13. Ricardo José Nunes

R: Horácio Francisco Alvarenga, 21

99903-6104

17/02

14. Rodenilson Madeira Ribeiro

R: Zé do João, 89

99942 - 9282

18/04

15. Ronilda Militão Morais

R: José Mário Simões, 26

99906-2534

13/01

16. Vicente Sebastião de Morais

R: José Mário Simões, 26

99957-6053

19/05

17. Viviane da Silva Castro

R: Maria dos Santos Pereira, 100

99934-9213

10/12

Comunidade São Cosme e Damião

MESC

Endereço

Telefone

Data Nasc.

1.    Antônio Waldo Neves

Rua E, 32

99841-3390

04/04

2.    José Osmar dos Santos

R: João Francisco de Barros, 65

99740-9017

19/12

3.    Marcos Antônio da Silva Marcelino

R: Gustavo Galliano Pereira, 53

99835-0844

18/11

4.    Maria de Fátima Machado Neves (Fatinha)

R: E, 32 – Recantos das Rosas.

99925-1284

17/07

5.    Maria Leonisia da Silva (Nísia)

R: Marciano A. de Arantes

3488-0954

3346-1874

99903-0756

10/05

6.    Sabrina Francisco de Toledo Marcelino

R: Gustavo Galliano Pereira, 53.

99974-5708

25/11

7.    Vanderléia de Faria Neves Silva

R: Professor Sebastião Pereira, 69.

99873-3321

15/09

Comunidade Imaculada Conceição – Ventania

MESC

Endereço

Telefone

Data Nasc.

1.    Ana Evanize da Silva Nunes

R: José Pedro de Souza, 4

99987-3962

19/07

2.    Inêz Rita de Castro Silva

R: Pedro Rodrigues de Souza, 32

99973-9798

28/08

3.    Iracema das Graças Firmino Silva

R: José Pedro de Souza, 6

99805-4350

27/12

4.    João Paulo Gomes de Souza

R: Fábio Rodrigues de Souza, 70

99965-6981

06/07

5.     

 

 

 

6.    Regina C. dos Santos Maciel

R: K, 71

99921-4064

03/10

7.    Rosilda Silvéria da Silva Santos

R: Pedro Rodrigues de Souza, 55

99744-0706

25/12

                

 

COMUNIDADES RURAIS

 

 

 

Comunidade São João Batista

1. Brígida de S. M. Santos

Vargem Alegre

99953-8374

27/07

2. Lucinéia V. dos Santos

Vargem Alegre

99926-4730

99230-2131(whatsapp

08/02

3. Odair José dos Santos

Vargem Alegre

999265320

09/08

Comunidade Santa Bárbara

1. José Reinaldo Arnout

 Rio do Peixe

 

09/11

Comunidade Santa Rita

1. Lucimar Castor

Fazenda Ipanema

99983-8952

23/09

2. Nízio Henrique Luiz

Fazenda Ipanema

99983-8952

15/12

4. Vera Lúcia R. Marciano

Fazenda Cachoeira

99916-7550

15/10

5. Márcia Maria Castor

Chalé

99986-7653

29/03

Comunidade Santa Inês

1. Mauro Donizete Ferreira

Vista Alegre

99937-6672

23/04

Comunidade Santo Antônio

1. Luiza Pereira da Rocha

R: Samuel L. Gonçalves, 06

99937-7693

06/01

Comunidade Santa Luzia

1. Francisca Izabel da S. Vieira

R: Samuel L. Gonçalves

99704-2524

24/03

2. Douglas da Silva Vieira

R: Salvador José da Silva, 85

99937-5672

20/11

3. Gisele Maria Rocha Vieira

R: Salvador José da Silva, 85

99748-8520

17/07

Comunidade Nossa Senhora Aparecida

1. Nadir C. Pereira

R: Maria da Cava, 412

99919-2133

01/11

Comunidade Santos Reis

2. Márcia Souza Maciel

Angola Santo Reis

99947-6898

14/04

PASTORAL DA SAÚDE: D. LAURA – 3346-1263

Leia mais ...

Especial 140 anos

Sob a intercessão do glorioso Mártir São Sebastião, o povo de Cruzília caminha na fé e amor. 140 anos de vida religiosa (1873 / 2013) de um povo unido para o crescimento de nossa comunidade.
A Paróquia de São Sebastião de Cruzília, antiga Encruzilhada, na época município de Baependi, foi criada e dedicada a São Sebastião Diocese de Mariana hoje Campanha. O Artigo VIII da Lei nº 1977 de 14 de novembro de 1873 foi criado a Paróquia de São Sebastião, por que? No pequeno povoado foi levantado uma pequena capela dedicada a São Sebastião.
Com iniciativa do então primeiro Vigário Pe. João Câncio dos Reis Meirelles com apoio dos Senhores: Capitão Maciel e Capitão Pinto.

Por que escolheram como padroeiro São Sebastião?
Muitos moradores da região na época eram fazendeiros, sitiantes, trabalhadores rurais, tinha, uma devoção toda especial ao glorioso Mártir. A nossa região tinha e tem como fonte econômica a agropecuária e o plantio da lavoura na produção de milho, feijão, arroz, mandioca, café, etc. Além da criação de cavalos da qual se tornou como berço do cavalo da raça Mangalarga, e também a criação de gado leiteiro. Por isso que pela tradição da Igreja sempre existe um santo protetor. São Sebastião o glorioso Mártir é protetor pela graça Divina da Peste, fome e guerra. Assim Cruzília foi crescendo e toda região pela sua intercessão.

Iniciava uma nova era na Igreja.
1º- A mudança das celebrações da língua latina para o Português.
2º - Implantação das pastorais e movimentos.
3º - Iniciou o movimento de cursilhos sendo que escolheram um casal para coordenador o Sr. Mineli e Diguinha.
4º - Primeiro curso para noivos com a participação de 64 casais.
5º- Escolhas de coordenadores para as missas nos finais de semana. Sábados e domingos já com as missas as sete horas da noite.
6º - Toda primeira 6ª feiras adoração noturna ao Santíssimo Sacramento na capela do Hospital.

Logo após a Semana Santa em 18 de abril foi realizado o encontro de casais na Escola Estadual D. Bemvinda Imaculada Conceição com 34 casais. Sendodirigente o Revmo. Pe. Walmor de Varginha.
1º de julho foi realizada a primeira Jornada dos Jovens na Fazenda do Narciso com a participação dos jovens de Cruzília, Minduri e Serranos, sendo dirigente o Revmo Pe. Guilherme Porto.
Em julho escolha para coordenadores:
Cursilhistas: Didinho e Maria Célia
Grupos de Jovem: João Bosco e Miralda
No dia 10 de agosto: curso de noivos com a participação de 54 casais, local Fazenda Angai. Dirigente Pe Dotivo de Madre de Deus.
10 de setembro: jornada para os jovens com 52 participantes. Dirigente Pe Bittar de Minduri.
05 de outubro: reunião com os jovens para a escolha da Missa Semanal da Juventude, comum acordo escolheram a missa dos sábados, às 7 horas da noite.
09 de novembro: alicerce para os jovens no Salão Mariano (hoje Paroquial). Dirigente Pe. Luizinho de Andrelândia.

Na primeira quinzena do mês de março providenciei a impressão das fichas de levantamento a serem usadas na preparação das Missões, bem como das Orações das Famílias pelas Missões.
No dia 23 de março recebi da Cúria Diocesana autorização para entronizar solenemente o Santíssimo Sacramento na Igreja de Nossa Senhora de Fátima. Neste mesmo dia chegaram a Cruzília a Irmã Missionária (Irmã Maria Aparecida de Jesus e o Padre Missionário Redentorista Pe Werner Anderer).

No dia seguinte, o padre celebrou missa para o povo e fez uma reunião com as autoridades e as lideranças paroquiais para a explicação dos trabalhos preparatórios das Missões e para solicitar a cooperação de todos.
Muitos se dispuseram a ajudar no levantamento sócio-religioso, a ser feito, como etapa prévia para o trabalho missionário. Neste mês de março realizou-se a tradicional festa de São José no Favacho a 19 de março em beneficio do Seminário da Diocese.
No início da Semana Santa aos vinte e sete de março, Domingo de Ramos, a bênção da Pedra Fundamental na construção do Centro Comunitário Nossa Senhora das Dores.
Foi elaborada uma ata determinando a construção da referida Igreja, a pedra foi feita de pedra ardósia com o formato de uma caixa lacrada, dentro da caixa foi colocada a ata com carimbo e um selo comemorativo com a data do dia do lançamento da pedra fundamental. Colocada sob a soleira da entrada principal da Igreja.
No dia 28, Segunda Feira Santa, iniciou-se a terraplanagem do terreno do futuro Centro Comunitário com a ajuda de máquina da Prefeitura e do D.E.R.

Celebrei a Semana Santa com grande participação do povo da Paróquia, encerrando no Domingo de Páscoa dia 03 de abril.
2001 - O Diácono Ednaldo Barbosa que ordenado Sacerdote ficará conosco.
Reuni com o CAP para construção de uma cozinha, banheiros e galpão na Comunidade do Cafundozinho e fechamento do terreno da Igreja com telas para proteger de danos, por ser um lugar que fora as atividades e festas, fica isolado sem proteção, com isto fizemos uma reforma geral na Igreja, inclusive a construção de um banheiro na Sacristia.
No dia 25 de maio houve uma reunião com os Ministros Extraordinários da Eucaristia. No dia 29 de maio demos início ao Curso de Formação de Leitores na Paróquia com aproximadamente 250 participantes. Este curso foi iniciativa do Diácono Ednaldo.

No dia 7 de julho a Paróquia participou da Ordenação Sacerdotal do Diácono Ednaldo Barbosa em Campos Gerais, e sua primeira missa em nossa Paróquia aqui em Cruzília foi no dia 10 de julho, onde o nosso Bispo D. Diamantino nomeou o Pe. Ednaldo Vigário Paroquial por um ano.
No dia 23 de julho nossa Paróquia comemorou o aniversário de Ordenação Sacerdotal de Mons. Humberto Tinnemanes os seus 57 anos de vida sacerdotal .
Destacamos a benção das novas instalações na Igreja Nossa Senhora Aparecida no Cafundozinho.
No dia 12 de outubro na festa de Nossa Senhora Aparecida pelo Sr. Bispo D. Diamantino.
Novembro a celebração dos mortos no dia 02. Missa no cemitério.
Dia 04 retiro espiritual para os Ministros da Sagrada Comunhão conduzida pelo Pe Franck Dias Barbosa, reitor do Seminário.
Dezembro festas natalinas e também o dia da cidade.

No dia 30 fizemos a instituição de 12 acólitos que irão servir o altar nas celebrações.
As atividades da Paróquia durante o ano de 2002:
Novena e Festa de São Sebastião, sendo que cada dia da novena foi convidado um padre para pregar.
No dia 19 de janeiro na Missa da Novena o Pe Ednaldo Barbosa tomou posse como Administrador desta Paróquia.
Aos 31 de janeiro de 2011, às 19h, na Igreja Matriz, tomou posse desta Paróquia de São Sebastiao de Cruzília o Revmo Pe Dehon Vicente Ferreira, nomeado Administrador Paroquial da Paróquia de São Sebastiao de Cruzília. Nomeado pelo Exmo. e Revmo Sr. Bispo Dom Diamantino Prata de Carvalho – OFM Bispo Diocesano da Campanha.
Nos primeiros dias fizemos a primeira reunião com os funcionários da Paróquia. Celebramos a apresentação do Senhor, festa das luzes com benção das velas no coreto da praça e missa na Matriz. Depois encontramos com o CAP pela primeira vez.
No dia 3 de fevereiro, celebrou São Brás com três missas e benção das gargantas.
No dia 16 iniciamos o tríduo de Ordenação do Diácono Waldinei, filho de Cruzília e ordenou sacerdote na Comunidade Canção Nova.

Celebrou pela primeira vez a Festa de São José do Favacho no dia 19 de março, organizado pela OVS. Dentro das atividades foi conhecendo aos poucos a Paróquia, visitou todas as comunidades rurais. Com a venda da Fazenda da Traituba a um grupo de empresário paulista muitos moradores deixaram a Fazenda, com isso tivemos que unir com a Comunidade do Chalé.
Após já ter conhecimento da Paróquia e seu andamento, reunimos com o CAP e o CPP para dar inicio aos trabalhos.
Também encontrou com as autoridades do município e o Sr. Prefeito Merola que colocou-se à disposição da Paróquia como já vinha feito.
Iniciamos a preparação para a primeira Semana Santa do seu Paroquiato. Durante a Semana Santa houve a participação de toda a Paróquia, muita gente participou das confissões e grande número de comunhões.
Pe Dehon logo se dedicou-se as Missões Populares.
Marcado um encontro das Pastorais durante um dia de domingo na quadra da Ventania com a participação de membros de Serranos e Seritinga durante todo o dia, com o encerramento com a Santa Missa, foi um encontro muito satisfatório.
Em abril a Festa de Santo Expedito na Vila Augusto.
Maio a Festa de Nossa Senhora de Fátima na Comunidade de Fátima.
Assim durante o ano foram celebradas como de costume as festas tradicionais na Paróquia.

Outros acontecimentos no ano de 2011 na Paróquia:
- Encontro do ECC (Casais com Cristo).
- Em junho a chegada do estagiário Elberson de Andrade, carinhosamente Taquinho.
- Caminhada a pé a Baependi no Santuário da Imaculada Conceição, Igreja da venerável Nhá Chica.
- Festa de Corpus Christ e Arraial Paroquial.
- No dia 2 de julho no Santuário da Imaculada Conceição de Baependi na Igreja edificada pela venerável Nhá Chica, foram ordenado Diácono os jovens Elberson de Andrade (Taquinho) e o filho desta terra Thiago de São José, filho de Vera e José Donato.
- O Diácono Valdinei filho desta terra, ordenou Sacerdote na catedral de Lorena/SP por ser membro da Comunidade Canção Nova.
- Na festa de São Cosme Damião na comunidade Recanto das Rosas, neste dia foi fincada e abençoada a grande Cruz que foi cravada no chão onde se Deus quiser será edificada a capela dos queridos Santos.
O terreno no alto do bairro foi dado pelo Sr. José Agnaldo Rosa.
- Festa do Rosário. Vieram de Cambuquira, Jesuânia, Conceição do Rio Verde, Caxambu, para apresentar com batuque e música as congadas que participaram da procissão de Nossa Senhora do Rosário.
- Cerco de Jericó foi no mês de novembro.
- Dia 26 Ordenação Sacerdotal do Diácono Elberson (Taquinho) em Carvalhos.

Leia mais ...

Forças Vivas

Conheça como nossa Paróquia realiza seus trabalhos. Saiba como surgiu, para que serve e como participar de nossas Forças Vivas. Se quiser contribuir e enviar textos ou pedido de alteração, mande um email para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Conselhos
- Conselho Administrativo Paroquial (CAP)
- Conselho Paroquial de Pastoral (CPP)

Pastorais
- Pastoral da Catequese
- Pastoral da Comunicação
- Pastoral da Criança
- Pastoral da Juventude
- Pastoral da Moradia Santa Clara
- Pastoral da Moradia Santo Antônio
- Pastoral da Saúde
- Pastoral do Batismo
- Pastoral do Dízimo
- Pastoral do Tabernáculo
- Pastoral Familiar
- Pastoral Litúrgica
- Pastoral Vocacional

Movimentos
- Apostolado da Oração
- Congregação Mariana
- Irmandade do Santíssimo Sacramento
- Oficina de Oração e Vida
- OVS
- Mãe Rainha
- Novena do Santíssimo
- Renovação Carismática
- Vicentino - SSVP

Ministérios
- Acólitos
- Coroinhas
- Leitores
- Música
- Sagrada Comunhão

Irmandade
- Filhas de São Camilo

Instituto
- Instituto Secular Rainha da Paz

 


Apostolo da Oração

O Apostolado da Oração nasceu numa casa de estudos da Companhia de Jesus em Vals na França, no dia da festa de São Francisco Xavier em 1844, pelo Pe. Francisco Xavier, em um grupo de estudantes, cujo patrono é São Francisco Xavier.
No Brasil, o Apostolado da Oração foi fundado no dia 30 de junho de 1967 pelos padres jesuítas, Pe Bento Schembri foi o seu fundador e o primeiro diretor.
Aqui em Cruzília, foi fundado pelo então pároco Pe. José Vicente Lerias no dia 14 de junho de 1910.
A devoção ao Coração de Jesus é uma resposta lúcida, consciente e comprometida com o amor gratuito e universal de Deus para com seu povo.
 


Associação São José – OVS

A OVS, Obra das Vocações Sacerdotais, é uma associação de leigos que procura atender ao pedido de Jesus Cristo: “Pedi ao Senhor da messe que envie operários, pois a messe é grande e os operários são poucos”. 
A OVS ou Associação de São José apresenta duas características particulares: a oração e o trabalho pelas vocações sacerdotais. 
Em Cruzília, a OVS foi criada pelo Revmo. Monsenhor Ademar Pinto, no dia 14 de abril de 1937.
Sua diretoria consta de uma presidente, uma secretária e uma tesoureira, que, juntamente com os demais associados, sempre invoca a proteção e as bênçãos de São José e o espirito de piedade para cada vez mais, trabalharem unidos, em favor da grande Obra das Vocações Sacerdotais.

 


Catequese

Desde Monsenhor João Câncio até Padre Adhemar Pinto não consta nos livros do tombo sobre a catequese.
Consultando a Sra. D. Aparecida ela me disse que frequentou a catequese no tempo do Pe José Vicente o 2º Pároco de Cruzília.
No tempo do Pe Adhemar Pinto de 1937ª 1944 o tempo que ele era Pároco havia a catequese.
Com a vinda do Pe José Geraldo Arantes durante os 33 anos de Pároco ele deu total incentivo a catequese.
Com o Vaticano II, uma nova abertura na Igreja, sendo valorizada as Pastorais a catequese foi bem organizada com a formação dos catequistas com cursos, reuniões, retiro espiritual, valorização com equipamento adequado para as aulas.
 


Conferência Vicentina Nossa Senhora de Fátima – Sociedade São Vicente de Paulo

Fundada em 30 de outubro de 1983. Reunimos seis pessoas, ou melhor, seis confrades e fundamos a conferência, decidimos colocar o nome de Nossa Senhora de Fátima porque os nossos trabalhos seriam na Comunidade de Fátima.
Atualmente é composta de treze membros, homens e mulheres leigos, católicos de boa vontade, chamados “vicentinos”, que prestam serviços voluntários à comunidade. Servem aquele que estão em necessidades, qualquer que seja a sua religião, o seu meio social ou étnico, o seu estado de saúde, o sexo e particularidades culturais ou opiniões políticas.
Com a graça de Deus, ainda temos um dos fundadores que é o Sr. João Alvarenga Filho.
O principal objetivo da Conferência é prestar ajuda à comunidade, doando cestas básicas de alimentos. Não recebemos nenhum tipo de ajuda financeira das autoridades governamentais. Sobrevivemos com ajuda da própria comunidade através de arrecadações de alimentos que fazemos mensalmente que depois de separados são doados às famílias carentes.
Atualmente estamos assistindo treze famílias com a graça de Deus e da comunidade.
Reunimos toda quarta-feira, na casa do Sr. João Alvarenga, situada à Rua Cel Serafim Pereira, 320.
É com muita alegria e satisfação que nossa Conferência completa neste ano de 2013, trinta anos de existência, graças a Deus.
 


Conferência Vicentina São Sebastião

Em janeiro do ano de 1933 na terra da Encruzilhada, nascia a Conferência Vicentina São Sebastião da Sociedade São Vicente de Paulo, fundada pelo vigário da época Monsenhor João Câncio e demais confrades. Hoje a Conferência conta com quatorze membros.
Os vicentinos procuram pela oração, pela meditação da Sagrada Escritura e pela fidelidade aos ensinamentos da Igreja, ser testemunhos do amor a Cristo, em suas relações com os mais desprovidos.
 


Congregação Mariana Nossa Senhora Aparecida São Luiz Gonzaga - 73 anos de vida

“No calor de Jesus, sob a proteção do manto de Maria, que Deus Pai de amor e de bondade, nos abençoe e nos guarde”.
Há muitos anos precisamente no final de 1939, o nosso então Pároco, Padre Adhemar Pinto, grande devoto de Nossa Senhora, convocou alguns jovens de nossa Paróquia e os instruiu sobre a verdadeira devoção à Virgem Santíssima. E após as necessárias preparações lançou a semente da Congregação Mariana em Cruzília, recepcionando a primeira turma em 20 de janeiro de 1940.
Foi uma bela recepção e comovente o canto do hino dos Congregados.
Assim foi fundada a Congregação Mariana Nossa Senhora Aparecida São Luiz Gonzaga. Esse fato marcou época na história religiosa da nossa comunidade.
A semente fertilizada tem dado frutos de grande valor espiritual. É hoje uma frondosa árvore que, no decorrer de 73 anos, vem trabalhando silenciosamente em nossa Paroquia.
A Congregação vem caminhando com participação constante na Igreja, reuniões mensais, missas dominicais, retiros espirituais, encontros regionais em nossa diocese. Participação no segundo domingo de novembro de cada ano em Aparecida do Norte na grande concentração das Congregações Marianas do Brasil da qual chamamos de Romaria do Terço. Comemoramos com grande jubilo o dia do Congregado Mariano no terceiro domingo de maio. Participamos de eventos e grande ação na Paróquia, pois como diz São Tiago: “A fé sem obras é morta”.
Nós Congregados elevemos a Deus os nossos agradecimentos por estarmos crescendo no amor fraterno e solidário, sob o manto protetor da Imaculada Conceição. Continuemos confiantes no Eterno Pai, que sempre nos abençoa e nos conduz. E a ele pedimos o descanso eterno do nosso querido fundador, Pe Adhemar Pinto.
 


Coroinhas

A palavra coroinha significa aquele que colabora com as celebrações, ajuda nas missas.
A palavra coroinha é meninos que prestam serviços a Igreja ajudando as missas e celebrações. É o que fica mais próximo da mesa do altar.
Hoje em nossa Paróquia o grupo de coroinhas se compõe por meninos e meninas e equipe de coordenação.


Grupo de Acólitos São Francisco de Assis

Criado em 2003 em nossa paróquia, o Ministério Acolitato contava com jovens da comunidade. Eram poucos mas o suficiente para servirem o altar de nossas igrejas.
Com o apoio de Pe Ednaldo Barbosa o grupo de acólitos foi crescendo ao longo do tempo e o incentivo aos jovens aumentando cada vez mais a servirem o altar de Cristo.
Desde o início o grupo tem como coordenadora a Andréia que se empenha até hoje em mantê-lo, buscando também mais jovens a participarem do Ministério.
As principais funções do acólito é auxiliar o sacerdote nas celebrações, com a missa e na preparação da mesa para o ofertório. Também auxilia nas adorações e bênçãos do Santíssimo, batizados e nas demais celebrações da Igreja. Destaca-se também as funções de turiferários (acólito que usa o turíbulo para incenso, batem os sinos antes das missas e em função mais destacada o co-auxiliar do padre, também chamados de acólitos cerimoniários.
Tudo ocorre com a vontade de cada jovem ser instituído acólito, ou seja, dizer eis me aqui diante do Senhor. É muito importante que se entregue com toda a comunidade, que desenvolva realmente um trabalho pastoral, contribuindo para o surgimento de novas lideranças, incentivando a integração de novos elementos com o grupo.
Vestidos de vermelho e branco na Paróquia de São Sebastião o grupo de Acólitos São Francisco de Assis, conta hoje com 43 acólitos a disposição dos padres de nossa abençoada Paróquia, sendo 40 acólitos auxiliares entre missas e mesa e 3 cerimoniários.
Comemorando os 140 anos de criação da Paróquia de São Sebastião este é mais um Ministério presente em nossa comunidade que tem um enorme brilho aos olhos de todos, sendo acólito ou até mesmo aprofundar-se ainda mais a uma vocação sacerdotal que pode surgir deste movimento religioso.
Ser acólito: abençoada vocação. É ser chamado a servir a Deus e a sua Igreja. É também ser mensageiro de Cristo.
 


Ministério da Palavra

Após o concilio Vaticano II que foram acontecendo as mudanças na igreja. Então no ano de 1969 no dia 30 de novembro teve inicio o 1º ano litúrgico, começava ali a organização da liturgia nas paróquias.
Em 1970 as leituras das missas passaram a serem feitas em português, por casais convidados na hora da celebração eucarística.
Hoje a igreja caminha proclamando, levando a palavra de Deus, numa organização maior ainda.
A liturgia hoje é dividida em Ministérios, Ministério da Palavra, Ministério da Sagrada Comunhão, Ministério dos Acólitos, Irmandade do Santíssimo e Coroinhas.
A assim caminha o povo de Deus na Terra da Santa Cruz, há 140 anos de geração em geração, acreditando na palavra proclamada e procurando vivenciá-la.
 


Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão

Considerando o crescente movimento da Paróquia e a atenção dispensada aos doentes e enfermos e usando das regalias da CNRB foi criado em nossa Paróquia o MESC (Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão) pelo então vigário Pe. José Geraldo Arantes.
Os dois primeiros escolhidos foram Paulo Alvarenga e Pedro Avelino Arantes da Congregação Mariana local, que cheios de fé abraçaram e disseram sim ao chamado.
Daí em diante diversos exerceram o Ministério na cidade e na zona rural.
No paroquiado de Pe. Guilherme Porto foram admitidas duas senhoras: Lucy Gonçalves e Maria Aparecida Ribeiro Ferreira.
Hoje (2013) a Paróquia conta com 115 ministros.

Obrigações dos MESC:
1º - Deverão comparecer nas missas dominicais, dias santificados e diversas celebrações nos horários marcados.
2º - Levar comunhão aos doentes e idosos em suas casas.
3º - Presidir as exéquias quando determinado.
4º - Ir a casa do velório três vezes e rezar os 7 dias após o enterro.
Conselhos:
1º - Faça tudo com amor. 
2º - Estudar o catecismo ou fazer sempre uma boa leitura.
 


Pastoral da Criança Organismo de Ação Social da CNBB

Teve inicio na Paróquia de Cruzília em novembro de 1996 sob a direção do Padre Luis Vieira Arantes. 
A comunidade de Fátima foi escolhida para inicio da pastoral com 8 lideres, 44 famílias e 61 crianças cadastradas. Em 2002 ela se expandiu nas comunidades Olaria, Nossa Senhora das Dores e Imaculada Conceição e em 2007 na comunidade Santo Expedito.
 


Pastoral da Saúde São Camilo

A Pastoral da Saúde São Camilo foi fundada em 18 de outubro de 1978 por Irmã Stela, Camiliana do Hospital Dr. Cândido Junqueira.
Com o objetivo de levar ao doente da comunidade cruziliense um conforto espiritual, uma visita amiga, os agentes cadastrados na Pastoral participam de reuniões mensais, trocam ideias, facilitam ao enfermo ora o remédio, ora a cadeira de rodas, o andador, a muleta.
Anexada ao Banco da Providência, entidade filantrópica, a Pastoral hoje trabalha na confecção de peças de vestuário, crochês, tricô, sendo toda a renda revertida na compra de remédios, de cadeiras higiênicas, de rodas, muletas e no pagamento de exames para os doentes mais necessitados. Conhecida também como PASCRUZ.
 


Pastoral Familiar

A pastoral familiar de Cruzília foi implantada na paróquia em 1991 com o objetivo de trabalhar em função das famílias e para as famílias.
Há 22 anos a pastoral familiar está firme na paróquia, ajudando na restauração das famílias para que permaneçam na fé, e sirvam de exemplo de geração em geração, contando sempre com as bênçãos da Sagrada Família de Nazaré.

 

 

Leia mais ...

Comunidades

Abaixo segue um pequeno histórico em ordem alfabética das 14 Comunidades Urbanas e Rurais de Cruzília. Caso queira completar ou sugerir alguma alteração, por favor envie um email para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Comunidade do Cafundozinho

Pelos meados da década de 40, o pároco José Geraldo Arantes celebrava as missas na casa da D. Nina e daí surgiu a ideia de construir uma igreja.
Em 1948 é celebrada a primeira missa colocando a pedra fundamental.
Assim sonhos que são compartilhados sempre serão realizados, como aconteceu com a construção da Igreja do Cafundozinho, até que certo dia o povo se emociona com a inauguração da igreja e agradece a Deus e a Nossa Senhora Aparecida pela vitória alcançada.
 


Comunidade Nossa Senhora das Dores - Igreja das Dores – Centro Comunitário da Vila Magalhães

A 29 anos atrás um sonho tornou-se realidade para o povo da Vila Magalhães e para a Paróquia de São Sebastião de Cruzília. Em 15 de setembro de 1984.
Aos 27 de março de 1983 num Domingo de Ramos foi solenemente benta a pedra fundamental.
A pedra fundamental era uma caixa quadrada de pedra ardósia onde colocou-se a ata e foi lacrada e colocada na soleira da entrada principal do Centro Comunitário na escadaria. No dia 28 de março, Segunda Feira Santa iniciaram definitivamente as obras de construção da sonhada Igreja da Vila Magalhães.
Com a ajuda da Divina Providência as obras foram concluídas em 15 de setembro de 1984.
Após as festividades de inauguração a comunidade iniciavam seus trabalhos espirituais e pastorais: catequese, a criação do grupo de jovens Nova Esperança, Grupo de Renovação Carismática, Novena do Santíssimo, além das celebrações.
A comunidade é atuante até hoje e cada vez mais vem crescendo.
 


Comunidade Nossa Senhora de Fátima - Igreja Nossa Senhora de Fátima

Pe. José Geraldo Arantes idealizou e deu início a construção da Igreja Nossa Senhora de Fátima, mais ou menos nos anos 50.
A planta foi cópia da primeira Igreja Matriz de São Sebastião de Cruzília.
A obra ficou paralisada durante alguns anos.
Reiniciou-se a construção da igreja em 1971, com a ajuda do prefeito Dr. Domingos Lollobrigida de Souza, a pedido do Vigário da época Pe. José Geraldo Arantes.
Foi composta uma comissão para construção e término da Igreja: Dr. Domingos Lollobrigida de Souza, José Mângia Pereira, Sebastião Luís de Souza e José Virgilio da Rocha (construtor da igreja).
Foi composta também uma comissão para coordenar a visitação de Nossa Senhora de Fátima às casas: Iêda Francisca Batista de Souza, D. Mariinha, Pedro Maciel Penha, Pedro Avelino Arantes, Paulo Alvarenga, Augusta de Jesus Silva, José Augusto (Batistinha) e Lourdes Simão.
Foram feitas barracas, quermesses, leilões, rifas para angariar donativos para a construção e término da Igreja Nossa Senhora de Fátima.
Dr. Domingos Lollobrigida de Souza foi a Brasília para pedir ao Cônsul da Embaixada de Portugal a imagem Fac-Símile da Imagem de Nossa Senhora de Fátima de Portugal, que atendeu o seu pedido e efetivamente essa imagem chegou a Cruzília em 1974.
A chegada foi festiva em carros ornamentados.
A imagem foi coroada pelos anjos Gilda Maciel da Rocha, Maria Conceição Batista de Souza Ferreira e Adélia Maria Batista de Souza.
 


Comunidade Nossa Senhora do Rosário - Igreja do Rosário

A história da Comunidade Mãe em nossa Paróquia se confunde com a criação da própria Paróquia, pois foi a primeira comunidade e dela nasceram as demais.
Em 1905 o povoado da então chamada “Encruzilhada”, lançou novas ideias para o desenvolvimento da Paróquia que era independente do poder político, pois no pais a Igreja é separada do Estado. Então algumas pessoas se reuniram com Monsenhor João Câncio, Pároco da cidade e expuseram a ideia da construção de uma Igreja, no caso a Igreja Nossa Senhora do Rosário.
Sendo aprovada a ideia pelo então Monsenhor João Câncio, começaram as obras que devido a problemas de material, levou cinco anos de construção, só terminando em 1910, e no dia 21 de março daquele ano foi inaugurada.
Foi uma das últimas obras de Monsenhor João Câncio, pois cinco meses depois, em 17 de agosto daquele ano de 1910, Monsenhor João Câncio faleceu.


Hoje, Concílio Vaticano II

No paroquiato do então Padre Ednaldo Barbosa, se deu a reforma da Igreja, com inicio em 2007. Como disse o próprio Padre Ednaldo, não foi fácil!
Tiveram de deixar apenas as paredes da Igreja de pé, necessitando ser arrumada, com isto começou a reforma da Igreja.
De 23 a 31 de outubro a Paróquia de São Sebastião vivenciou dias memoráveis para a Reinauguração da Igreja que esta completaria 100 anos da morte de Monsenhor João Câncio dos Reis Meireles, fundador da Paróquia e construtor da Igreja de Nossa Senhora do Rosário.
A dedicação da Igreja do Rosário aconteceu no dia 26 de outubro, numa noite chuvosa, a multidão se aglomerou nas tendas e casas que rodeiam a Igreja. Fo uma celebração emocionante, com a presença de vários sacerdotes. Assim escreveu sobre a dedicação da Igreja do Rosário, o Sr. Marco Antônio Neuenschwander Penha, coordenador do conselho da Comunidade do Rosário (Comunidade Mãe):
“Chegamos ao fim da reforma da Igreja. De uma pequena troca de forro a uma transformação que enche os olhos de todos os Católicos e principalmente de todos os cruzilienses”.
A transformação ocorre em 2007, com os andaimes para a retirada do telhado e o madeiramento estragado. Em 2009 com os andaimes para a pintura e acabamento externos.
Dos primeiros aos últimos envolvidos, responsáveis pela finalização, foram dois anos de muito trabalho para deixar a Igreja do Rosário na beleza que está agora. Foram muitos esforços para que a obra se realizasse.
Ontem uma Igreja interditada por causa dos cupins e eminência de queda. Hoje uma realidade, um patrimônio entregue ao povo de Cruzília. Ontem pelo entusiasmo de Monsenhor João Câncio e seus paroquianos construiu-se uma pequena Igreja. Hoje, pelo entusiasmo e empenho de Padre Ednaldo e atuais paroquianos, Cruzília tem uma linda Igreja para servir as novenas e adorações do Santíssimo, aos terços diários e as missas.
Agradecemos ao Monsenhor João Câncio por ser o grande idealizador e responsável pela construção desta Igreja.
Agradecemos também a todos que ajudaram, cooperaram e contribuíram para que esse sonho comum se tornasse realidade.
“Que Nossa Senhora do Rosário interceda junto ao Senhor Deus em favor de todos que se empenhou nesta obra que hoje está sendo entregue aos paroquianos Cruzilienses”.

Ata da dedicação de Igreja e Altar
Aos vinte e seis dias do mês de outubro do ano do Senhor de dois mil e nove, o Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Frei Diamantino Prata de Carvalho, da ordem dos Frades Menores, Bispo da Diocese da Campanha, dedicou a Igreja e o Altar de Nossa Senhora do Rosário, na Paróquia de São Sebastião em Cruzília/MG. 
Com a afluência de numerosos fiéis de toda cidade, alegres pela restauração da Igreja, o Rito da dedicação se realizou no decurso da Celebração Eucarística. 
E para constar, lavrou-se a Ata que vai assinada pelo Bispo Diocesano e Pároco da cidade.

Cruzília, 26 de outubro de 2009.

Dom Frei Diamantino Prata de Carvalho
Bispo da Diocese da Campanha

Padre Ednaldo Barbosa
Pároco da Paróquia de São Sebastião de Cruzília
 


Comunidade Nossa Senhora Imaculada Conceição - Bairro Ventania

O Bairro Imaculada Conceição teve inicio nos anos de 82 e 83 com a compra do terreno pelo Sr. Adolfo Mauricio Pereira, tendo inicio as obras do Complexo Humano da Ventania juntamente com as obras de 6 casas populares onde iniciou o bairro.
Nos anos de 89 a 92 deu inicio a 2ª parte do bairro com 45 casas populares e inicio do Asilo Ozanan, nos anos de 93 a 96 foi construído o escadão, foram feitas várias obras de infraestruturas.
Os anos foram se passando, o bairro foi crescendo, ruas foram calçadas, iluminação foram feitas e casas cada vez mais aumentando.
Nos anos de 2001 a 2004 como o nome era Ventania, e com a vinda da imagem da Santa Imaculada Conceição esculpida pelo Sr. Roberto Guimarães de Minduri e benzida pelo Padre Ednaldo Barbosa.
A imagem foi colocada no escadão, onde são celebradas as missas e terços. Pelos devotos da Santa ficou denominado o nome do bairro Nossa Senhora Imaculada Conceição.
 


Comunidade Santa Bárbara – Rio do Peixe

Santa Bárbara antes rezava missas nas casas.
Em 1996 veio morar no Rio do Peixe o Sr. Barretos, antiga venda Milton Campos. Ele tinha uma promessa em fazer uma capela em nome de sua filha Bárbara. Assim começou a construção com a ajuda das comunidades vizinhas.
O pedreiro foi o Sr. Tirrina e seu filho Ademir. Em 1999 foi celebrada a primeira missa, no dia 28 de novembro, às 4 horas, pelo Padre Humberto.
 


Comunidade Santa Rita - Chalé

A comunidade começou a mais ou menos 30 anos, quando Monsenhor Luis pediu que se escolhesse um padroeiro, foi então que se escolheu Santa Rita.
Com muita fé, união, amor e trabalho sério construiu-se a tão sonhada capela.
A primeira missa foi no dia de Santa Rita, em 2006.
 


Comunidade Santo Antônio - Goiabeiras

A Comunidade tem como padroeiro Santo Antônio. Santo Antônio chegou na comunidade em fevereiro de 1986.
Agora a capela está pronta para receber os fiéis, com carinho onde os fiéis poderão usufruir de um ambiente de oração, agradecimento e louvores que com certeza lhes darão tranquilidade e muita paz.
 


Comunidade Santo Expedito

A comunidade se une então com um só objetivo: erguer a Igreja dedicada a Santo Expedito.
Em 19 de abril de 2010 foi celebrada a primeira missa na Igreja em construção.
No ano de 2011, a comunidade tem a honra de elevar a imagem de Cristo Redentor para a cúpula da igreja e Padre Dehon, mais uma vez com suas sábias palavras, destaca que Cristo está sempre de braços abertos para as pessoas, tanto nas alegrias assim como nas tristezas.
Atualmente a construção da Igreja está em fase de acabamento.
Comunidade unida e sonho concretizando.
 


Comunidade Santo Reis

A companhia dos Reis Magos do Angola é uma tradição que se passa de pai para filho, valorizando a cultura mineira.
Em 2004, o Sr. Eli augusto Pereira, fica muito doente e seu irmão Joaquim Augusto Pereira, membro da Companhia de Reis, fez uma promessa, se ele fosse curado, a comunidade juntamente com o Sr. Eli, ergueria uma capela em honra aos Três Reis Magos, e isso veio a acontecer, a grande graça alcançada, com a ajuda dos devotos e moradores da comunidade.
Em maio de 2009 tudo se concretizou, em 29 de outubro deste mesmo ano, houve a colocação da pedra fundamental.
 


Comunidade São Cosme e Damião

Comunidade criada em março de 2009, após uma reunião com o Pe Ednaldo Barbosa e os moradores do bairro Recanto das Rosas e parte do bairro Kennedy. Depois de vários encontros, orações e acolhidas no salão comunitário, escolhidos por aclamação os santos gêmeos São Cosme e São Damião, os quais celebram no dia 26 de setembro. 
A comunidade agora instituída Comunidade São Cosme e São Damião, recebe a primeira visita abençoada de Nossa Senhora das Dores na Semana Santa. 
E para nos engrandecer ainda mais, nossa comunidade cresceu. Hoje com novos setores, novos membros e mais unida em busca da vivência do evangelho de Cristo: a exemplo de São Cosme e São Damião.
 


Comunidade São João Batista – Pinheiros e Vargem Alegre

A Comunidade já existia com todos os seus antepassados, era unida e reunia pela oração do terço. 
O Sr. Nelson Esau doou o terreno para a construção da Igreja e tivemos a aprovação de Pe. Ednaldo. 
No dia 29 de junho de 2009 foi o primeiro mutirão para a construção. No dia 20 de setembro de 2009, às 14h, foi celebrada a primeira missa e colocada a pedra fundamental da capela. 
No dia 31 de janeiro foi a inauguração da Igreja e celebrada a primeira missa.
 


Comunidade São João Batista – Bairro Olaria

O Seminarista José Antônio fez as missões, dai começou a ideia de construir um salão (São João Batista) com dois andares, em junho de 1996 começou a construção do salão. Nosso pároco era Pe Luis, hoje Monsenhor. 
Em 23 de julho, num domingo inaugurou o Salão São João Batista com a santa missa. A missa foi celebrada na porta do salão por não caber, havia muita gente do lado de fora. 
O doador do terreno foi Sr. Zezinho, com a introdução do Santíssimo hoje é Capela São João Batista.
 


Comunidade Vista Alegre e Narciso - Padroeira Santa Inez

Já como de costume fazemos desde o início a Novena de Nossa Senhora Aparecida e frequentamos missas na capela de São José do Favacho.
No ano de 1983 fomos agraciados com a celebração das Santas Missões realizada na Fazenda Narciso por missionário redentorista. Onde a Comunidade das Goiabeiras se juntou conosco. Nesta época eu Mauro Donizete Ferreira fiquei como coordenador por alguns anos onde fizemos cultos comunitários nos domingos, às duas da tarde sobre a sombra de uma árvore de Santa Bárbara em frente a Fazenda Narciso.
O nosso pároco o Padre Luiz celebrou missa também no fim da década de 80 e princípio da década de 90. Recebemos a graça de ter como padroeira a nossa Santa Inez pelas mãos do Pe Luiz. A escolha dessa padroeira foi escolhida na época por três jovens que eram Ana Lúcia, Inez e Leonilda.
A imagem ficou na escola por algum tempo e quando a escola foi desativada ficou nas casas na comunidade. Por volta do ano de 2000 recebemos o Sacrário e o Santíssimo e nossos primeiros Ministros da Sagrada Comunhão que foram Aldair Ribeiro Pinto e Mauro Donizete Ferreira. Montamos a capela de Santa Inez e realizamos a festa de Santa Inez e novenas do Santissimo.
Logo após o jovem Alex Sandro da Silva Ferreira também se formou como Ministro da Eucarista e os coroinhas Carlos Eduardo e Jonatha.
Nesta época em nossos encontros semanais já era nas quartas feiras ás 18 horas, onde Janete Ribeiro Pinto e Franciele da Silva Ferreira ajudavam com leituras e cânticos. Nesta época também já oferecíamos a catequese para nossas crianças e jovens com os catequistas Franciele da Silva Ferreira e Alex Sandro da Silva Ferreira.
E neste ano de dois mil e treze nossa comunidade trabalha com os Ministros da Eucaristia que são: Anizio Ferreira Pinto e Fabricio da Silva Maciel, o coroinha Vinicius de Jesus da Silva Ferreira, os leitores que compõem a comunidade como Franciele e Carlos Eduardo entre os outros e oferecemos a catequese de Primeira Eucaristia e Crisma sendo a catequista Franciele.
Este ano recebemos as Santas Missões Populares.
Hoje em nossa comunidade recebemos pessoas das Comunidades Vista Alegre, Narciso, Norremose e Bongue, onde recebemos missa mensal com confraternização no final da missa.

Leia mais ...

A Paróquia de Cruzília

No Sul de Minas, onde os caminhos se cruzavam levando e trazendo bandeirantes, tropeiros, garimpeiros e caixeiros viajantes que circulavam entre São João dei Rei, Rio de Janeiro, Aiuruoca e São Paulo, nasceu o município de Cruzília. O ponto culminante da cidade é a Serrinha,com 1.360 metros e uma vista belíssima da região. Fazendas do séc. XIX, como a Traituba. Angay e Favacho que guardam tradições de famílias patriarcais da região, ainda são encontradas no município. A cidade foi construída em uma porção de terra entre duas estradas que, no século XVIII levavam ao interior das capitanias, entre Aiuruoca e Alagoa. A região ficou conhecida como atalho para o caminho real e foi rapidamente batizada de Sítio da Encruzilhada.

Apesar do território ter sido concedido pelo Governador das Minas a Manoel de Sá, em 20 de dezembro de 1726 (Refere-se à concessão de sesmaria a Manoel de Sá que, em seu requerimento alegou estar "cultivando umas terras que até esse tempo nunca tiveram dono nem cultura, no sertão que vai, da encruzilhada a leruoca"), consta que as terras já estavam no roteiro dos Bandeirantes comandados por André Leão desde 1601. O lugarejo teve o seu primeiro registro da agricultura em 1730, na região de São José de Favacho, e em 1736 Manoel da Costa Gouvêa e outros requerem licença para construir um atalho no caminho velho de São Paulo, "principiando no sítio de Manoel de Sá, aonde chamavam A Encruzilhada, continuando-o até entrar no caminho novo dos Goiases".

Em 1758 foi construído um cemitério no local, que atendia aos fazendeiros e colonos da região, e em 1761 foi benta a capela da Fazenda do Favacho, onde eram balizados os membros da família Junqueira (1° de janeiro). No ano de 1805, tem-se o primeiro registro da presença da pecuária na região, com a chegada de algumas cabeças de gado leiteiro do tipo Holandês.

Em 1822 o local já é mencionado em livros da paróquia de Baependi como Bairro da Encruzilhada. No ano de 1827, foi erguida nas terras da Encruzilhada a Casa Grande de Traituba (nome que significa "Pedra de Deus" ou "do Criador" em Tupi-Guarani), construída especialmente para receber a visita do Imperador Dom Pedro l. A visita nunca se concretizou, mas o lugarejo ganhou uma das mais majestosas construções do Brasil Império.

Em 1858, foi construído o primeiro comércio, de propriedade de Manoel Domingues Maciel, que atendia a fazendeiros e viajantes. Numa colina chamada Serrinha, Manoel Domingos se estabeleceu e, segundo a tradição, ali surgiu o povoado O arraial que se formou no sítio do "Capitão", desenvolveu-se ao redor da Capela de São Sebastião, edificada em 1861-62, por António Pinto Ribeiro.

Em 1873, já com o nome de São Sebastião da Encruzilhada, o arraial passou a ser distrito de Baependi, pela lei n° 1.997, de 14 de novembro. Delimitada sua área, o distrito desmembra 508 Km2 do município de Baependi. Em 1874, é criada a Paróquia de São Sebastião da Encruzilhada, sendo seu primeiro vigário o Padre João Câncio dos Reis Meireles. No ano de 1876, acontece a primeira instalação de água potável no distrito, feita sob a supervisão do vigário da paróquia, o Padre João Câncio e do Sr. Manoel Domingues Maciel. Tendo como base da economia a produção de fumo, cana-de-açúcar e cereais, o distrito já tinha, em 1878, uma Agência de Correios. Duas salas de aula ofereciam, separadamente, como mandavam os bons costumes da época, as primeiras lições para alunos e alunas da localidade. Em 1886, Mons. João Câncio dos Reis Meireles, Pároco do povoado, cria o colégio São Sebastião, que foi entregue à direção do professor Afonso Celso Ferreira. A partir daí, esta escola adquiriu grande reputação pela seriedade do seu sistema de ensino, atraindo alunos de todo o sul do Estado e até mesmo das capitais mais próximas.

No ano de 1914, em 7 de setembro, é fundado o Clube Recreativo Encruzilhadense e em 4 de julho de 1915 é fundado o primeiro clube esportivo do distrito, o Sete de Setembro Futebol Clube. 1918 foi o ano de fundação da primeira casa de saúde do povoado, denominada "Casa da Caridade". Em 1920, foi construída a hidrelétrica que levou luz para as ruas do distrito, com então 1.500 habitantes. Diante do acelerado desenvolvimento do povoado, em 1937, o lugarejo foi elevado à categoria de Vila.

Mais tarde, em 1938, o distrito teve seu nome reduzido para Encruzilhada pela Lei n°148, de 17 de Dezembro. Em 1939, estudantes, autoridades e a banda de música foram às ruas receber o então presidente da República, Getúlio Vargas, que vinha acompanhado do governador, Benedito Valadares, ambos em direção à capital. Em 1943, o distrito passa a se chamar Cruzília por força do decreto-lei n.° 1.058, de 31 de dezembro e, cinco anos depois, torna-se município pela Lei n.° 336, de 27 de dezembro de 1948, conquistando a emancipação de Baependi e iniciando uma nova história política e administrativa Em 1° de janeiro de 1949, quando o município é instalado solenemente, em sessão realizada no salão de festas do antigo Colégio Estadual São Sebastião.

O BRASÃO


    O Azul e a Flor de Lis representam Nossa Senhora e a devoção mariana de nossa gente.
    O Cruzeiro fincado na terra (marrom) é mémoria da Terra da Cruz, povo piedoso e fiel ao Cristo.
    O capacete e a espada do soldado representam São Sebastião, depositado sob o vermelho sangue, símbolo do martírio sofrido; martírio também representado pelo palma.
    Para completar o conjunto as flechas relembram o padroeiro São Sebastião; e a Cruz é a Igreja do Cristo, Senhor de nossa vida e de nossa História, que sustenta a nossa fé.

Leia mais ...

Escritório Paroquial

O Escritório Paroquial está localizado na Praça Mons. João Câncio, 143 - Centro, Próximo à Igreja Matriz de São Sebastião. Para entrar em contato, basta ligar para (35) 3346-1393 ou pelo email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Leia mais ...
Assinar este feed RSS